NOTÍCIAS

Em evento em Belém, IBRAM enaltece o desempenho da indústria mineral paraense

20 de dezembro de 2021

Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM) chega aos 45 anos com o propósito de desenvolver ações que visam uma mineração cada vez mais sustentável, segura, responsável e ética em tudo o que faz e nos contatos com todos os públicos. Este compromisso, abraçado pelas mineradoras associadas, foi celebrado durante evento na última segunda-feira, (13/12), em Belém (PA), organizado para marcar a passagem do 45º aniversário do IBRAM. Na ocasião, a Direção do IBRAM enalteceu o desempenho da indústria mineral paraense.

Flávio Penido , diretor-presidente do IBRAM, apresenta o Balanço da Mineração no Brasil

O Pará tem um importante papel no desenvolvimento do setor mineral brasileiro. “A produção mineral total do Pará em 2020 foi de quase 234 milhões de toneladas, 22% a mais do que a de 2019.  Esta produção mineral gera receitas extras aos municípios, e uma das mais importantes é representada pela CFEM. Ela beneficia diretamente 68 municípios paraenses. Dos 15 municípios maiores arrecadadores de CFEM no Brasil, os dois que mais arrecadam estão no Pará: Parauapebas e Canaã dos Carajás”, afirmou o diretor-presidente do IBRAM, Flávio Penido, durante a solenidade.

Segundo dados levantados pelo IBRAM em 2021, o Pará tem 208 empresas e empreendedores no setor mineral e produz  25 substâncias minerais  em 63 municípios. É o 4º estado em investimentos em pesquisa mineral de 2017 a 2020: R$ 380 milhões. “Esse protagonismo do Pará no setor mineral é a base para atrair 18% dos investimentos no setor mineral até 2025, ou seja, mais de US$ 7,3 bilhões. Uma excelente notícia para movimentar a economia paraense nos próximos anos”, disse Flávio Penido.

O setor mineral também tem criado vagas no estado: de janeiro a outubro foram 772 novas vagas. São quase 25 mil empregos diretos no setor no Pará, ou seja, 12% dos empregos diretos do setor no país. Somando-se os empregos diretos e os indiretos no Pará, proporcionados pela mineração, o IBRAM estima que mais de 296 mil pessoas atuam nesta atividade

Flávio Penido também destacou o apoio constante ao setor por parte do governo estadual – caso do Governo do Estado do Pará, que tem à frente Helder Barbalho –, da Assembleia Legislativa do Pará, e também dos governos municipais paraenses onde a mineração acontece com maior expressão. “Há uma sinergia em abrir mais caminhos para a mineração, legalizada e responsável, crescer e se desenvolver, sempre com segurança e aliada às boas práticas em todos os campos”,  disse.

Convênio com a Universidade Federal do Pará

Reitor da UFPA assina Convênio de Cooperação Técnica e Científica com o IBRAM. Crédito: Divulgação

Durante o evento de celebração dos 45 anos do IBRAM o reitor da Universidade Federal do Pará, Emmanuel Zagury Tourinho, assinou com o IBRAM um Convênio de Cooperação Técnica e Científica.

Este convênio tem o objetivo de estabelecer uma integração acadêmica e técnica entre o IBRAM e a UFPA, com o propósito de permitir ações conjuntas ao fortalecimento institucional e alinhadas com os grandes objetivos e ações estratégicas do governo federal, objetivando o desenvolvimento do estado do Pará, com reflexos na melhoria da qualidade de vida das populações amazônicas.

Homenagens

IBRAM homenageia profissionais que que contribuem na defesa dos legítimos interesses da indústria mineral brasileira. Crédito: Divulgação

A cerimônia de aniversário do IBRAM também foi marcada pela homenagem a três profissionais que têm prestado uma importante contribuição em defesa dos legítimos interesses da indústria mineral brasileira. O Secretário do Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia  do Pará, José Fernando Gomes Júnior, recebeu uma placa em reconhecimento pelo trabalho que vem desenvolvendo no estado.

Também recebeu a homenagem o presidente do Sindicato das Indústria Minerais do Estado do Pará, Anderson Baranov, que foi representado pela diretora executiva da instituição, Poliana Bentes; e o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Pará (FIEPA), José Conrado Santos, representado pelo vice-presidente executivo, Marcos Marcelino.

O evento contou com a presença de parlamentares, diretores do IBRAM, do gerente executivo do IBRAM Amazônia, Anderson Santos, e players do setor mineral.

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Gerdau apoia workshop do projeto Gustavo Penna 73/23

19 de novembro de 2018

Hoje e amanhã (19 e 20 de novembro), a Escola de Arquitetura e Urbanismo da PUC Minas – Poços de…

LEIA MAIS

Aura Minerals lança banco de talentos para mulheres

3 de dezembro de 2021

A Aura Minerals, primeira produtora de ouro a listar suas ações na B3, está com inscrições abertas para mulheres interessadas…

LEIA MAIS

Participe do I Seminário de Mineração e Meio Ambiente da Bahia

19 de setembro de 2018

Estão abertas as inscrições para o “I Seminário de Mineração e Meio Ambiente da Bahia”. O evento será realizado entre…

LEIA MAIS