NOTÍCIAS

EXPOSIBRAM promove ações sociais a fim de fortalecer atuação comunitária

13 de setembro de 2021

Potencializar a atuação comunitária e o desenvolvimento local em áreas de atividade mineradora. Esse é o objetivo de duas ações promovidas, entre os dias 5 e 7 de outubro, na EXPOSIBRAM 2021 – Expo & Congresso Brasileiro de Mineração, o mais tradicional e relevante evento do setor mineral brasileiro, realizado pelo Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM). A EXPOSIBRAM Social contará com e-commerce solidário, no qual participantes poderão adquirir kits de pequenos produtores. Além disso, 5 ações de grupos comunitários serão premiadas por meio do Audioetal, de modo a viabilizar intervenções positivas em seus territórios.

No e-commerce solidário, serão vendidos produtos ligados a projetos de geração de trabalho e renda para públicos em situação de vulnerabilidade social, bem como divulgadas lojas virtuais de empreendedores sociais. A venda dos kits será totalmente revertida aos artesãos, pequenos produtores e comerciantes e gerará visibilidade a suas iniciativas.

Já o Audioetal receberá propostas em áudio de grupos e coletivos comunitários atuantes em territórios de mineração. As propostas, voltadas à promoção de cidadania e ao desenvolvimento local, devem ter foco em inovação social, geração de renda, promoção da saúde e da segurança alimentar. Cinco delas serão custeadas através de prêmio no valor de R$6.000, a fim de gerar impactos positivos sobre desafios locais. O audioetal pode ser acessado pelo endereço https://bit.ly/AudioetalIbram. As propostas poderão ser enviadas por áudio de até 5 minutos, no Whatsapp (38) 99800-8605, até o dia 22 de setembro.

“A iniciativa incentiva o empreendedorismo nas regiões mineradoras.  A proposta é proporcionar aos visitantes do evento virtual a oportunidade de adquirirem produtos criados pelas comunidades que contam com a parceria socioeconômica e cultural da mineração”, explica o diretor-presidente do IBRAM, Flávio Penido.

As ações da EXPOSIBRAM Social são realizadas pelo IBRAM e executadas pela AIC – Agência de Iniciativas Cidadãs.

Sobre o IBRAM

 

O Instituto Brasileiro de Mineração é uma organização privada, sem fins lucrativos, com mais de 120 associados, responsáveis por 85% da produção mineral do Brasil. Traz consigo a essência e a força da verdadeira #MineraçãodoBrasil.

Essa mineração é aquela alinhada à sustentabilidade. Indutora das boas práticas de ESG (meio ambiente, responsabilidade social e governança) em tudo o que faz. Ética e transparente em seus relacionamentos com as pessoas. Inclusiva. Influente e parceira nas iniciativas promotoras do desenvolvimento socioeconômico e de qualidade à vida das pessoas em geral.

Sobre a AIC – Agência de Iniciativas Cidadãs

 

Promover o desenvolvimento humano pleno de sujeitos e comunidades: esse é o horizonte que norteia o trabalho da AIC – Agência de Iniciativas Cidadãs, organização sem fins lucrativos que soma quase 30 anos de atuação em cinco grandes áreas: mobilização social, educação, cultura, juventudes e fortalecimento da sociedade civil.

A AIC realiza variados projetos e programas sociais voltados para a construção da cidadania em suas muitas possibilidades, junto a uma rede de mais de 500 entidades parceiras. Seu trabalho já obteve o reconhecimento de mais de 30 prêmios nacionais e internacionais, concedidos por organizações como ONU Cidades Unicef e Unesco.

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Faltam dois dias para a segunda edição do e-Mineração

14 de junho de 2021

20 mineradoras e centenas de fornecedores do setor mineral já confirmaram a participação na rodada de negócios do e-Mineração: Evento…

LEIA MAIS

ESG é caminho sem volta para mineração e outros setores empresariais

3 de novembro de 2020

Mineração e outros setores têm que estar engajados na adoção dos fundamentos de ESG, sigla em inglês para se referir…

LEIA MAIS

ArcelorMittal Tubarão religa seu terceiro Alto-Forno

27 de outubro de 2020

A ArcelorMittal Tubarão religou na última segunda-feira (25), o seu terceiro Alto-Forno, cujas operações estavam paralisadas desde abril deste ano…

LEIA MAIS